Riscos e Benefícios dos Suplementos Alimentares

Riscos e Benefícios dos Suplementos AlimentaresO Que São os Suplementos Alimentares?

São produtos com o objetivo de aumentar a ingestão diária de nutrientes, em geral vitaminas e minerais. Muitos deles são seguros e até  benéficos para saúde, outros podem trazer sérios riscos.

Quais são os suplementos alimentares?

Como dito no parágrafo anterior, normalmente são polivitamínicos e poliminerais, mas também se enquadra nesta categoria: ervas, aminoácidos, óleos, ácidos graxos, probióticos, extratos glandulares e tecidos de órgãos.

Quem pode tomar?

Em geral, uma dieta balanceada, deve englobartodos os nutrientes que necessitamos. Mas o desequilíbrio nessa dieta faz com que essa ingestão seja deficiente. Até mesmo alguma desordem orgânica (uma doença, por exemplo) pode gerar um quadro de insuficiência na absorção destes nutrientes. Na maioria dos casos um polivitamínico, o qual contém somente pequenas quantidades de todos os micronutrientes básicos (vitaminas e minerais) que o organismo precisa, pode ser recomendado com segurança.

Há casos também, em que o individuo apresenta deficiência de um ou outro nutriente somente. Por exemplo, uma deficiência de ferro momentânea, ou em algumas vezes, para combater fatores de risco em condições específicas, o tratamento terapêutico é o mais indicado. Nessas situações, o suplemento alimentar indicado apresenta quantidades muito maiores por dose.

Eficácia dos suplementos?

Algumas pesquisas comprovam os benefícios de uma suplementação em casos específicos, mas em muitos outros casos esses estudos não encontraram evidências que indicassem seu uso. No site do “The National Institutes of Health Office Dietary Supplements” é possível encontrar documentos que avaliam evidências prós e contras do uso terapêutico de uma grande variedade de suplementos alimentares.

Quais os riscos?

Em muitos países não há controle nenhum sobre a comercialização desses produtos. Outros, como nos Estados Unidos, devido ao fato dos suplementos alimentares não serem categorizados estritamente como drogas, seus fabricantes não são obrigados a provar se o produto atende ao que se propõe, e ainda, não há nem como saber o que realmente está sendo comercializado dentro da embalagem. Cabe aos órgãos de controle advertirem sobre os possíveis riscos no consumo destes suplementos. Entre os principais produtos estão os auxiliadores a perda de peso e pílulas de melhora do desempenho sexual. No Brasil, há um rígido controle com a venda de suplementos, mas na internet, só pra citar um, é possível achar produtos proibidos pela Anvisa, sendo comercializados livremente.

Conclusão

O acompanhamento médico é indispensável na prescrição e tratamento com suplementos alimentares. Enquanto doses adequadas de um nutriente podem ser benéficas, o mesmo em quantidades elevadas pode acarretar sérios danos a saúde do indivíduo. Podemos citar como exemplo a administração de ferro, que é indicado para um determinado quadro de anemia, porém, em doses altas é extremamente tóxico ao organismo.

Add Comment Register



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

real diamond engagement rings14k white gold engagement ringanniversary ringsforbrukslånwhite gold engagement ringsdownload minecraft 1.7.4